SEM LIMITE PARA O AMOR

Minha foto
LIMPE SEU CORAÇÃO. DEIXE O RANCOR DE LADO. PENSAMENTOS NEGATIVOS. DESEJOS DE VINGANÇA. BLOG CRISTÃO. AQUI NÃO SE FAZ DISTINÇÃO DE RELIGIÃO, RAÇA, SEXO E NENHUM OUTRO TIPO DE PRECONCEITO. TODOS SÃO MUITOS BEM VINDO. ACREDITE... O AMOR VENCERÁ! OBRIGADO A TODOS PELOS COMETÁRIOS. É MUITO BOM SABER DA UTILIDADE DESSE BLOG. DEUS OS ABENÇOE

3 de agosto de 2012

NECESSITAMOS DA PRESENÇA DE DEUS

Quando você se afasta do fogo, o fogo continua aquecido, mas você esfria. Quando você se afasta da luz, a luz continua brilhando, mas as trevas lhe envolve. O mesmo acontece quando afastamos de Deus. Ninguém triunfa se apoiando em suas próprias forças.

As vezes nos prendemos em nossos defeitos ou em nossos méritos e não abrimos os olhos para os nossos dois lados. Somos humanos, temos qualidades e defeitos. Não devemos ficar preso no que já foi e sim no que pode ser feito hoje, agora. Então, façamos todo o bem que nos for possível sem pensar na recompensa, porque Deus sabe o que é nosso por direito.

Temos que celebrar nossas vitórias e aprender com os nossos erros. E não só entregar a Deus os sofrimentos, as dificuldades, as derrotas, mas também as nossas alegrias, as nossas vitórias. Porque quando perdemos algo culpamos até mesmo Deus? “PORQUE DEUS PERMITIU QUE ISSO ACONTECESSE?” “EU ESTOU SEMPRE EM ORAÇÃO.” Mas na hora que temos sucesso, que triunfamos em nossas batalhas, em nossos projetos o mérito se torna todo nosso. “EU CONSEGUI!”

O Espirito Santo não põe em nós um sonho que Deus não pretenda realizar. Aceite todos os desejos que Deus despertar em sua alma. Acredite e aplique a você mesmo as promessas de Cristo

Nunca abandone seus projetos. Acredite!

Nunca desista dos que você ama. E, quando tudo parecer acabado, tente mais uma fez. Acredite em seus sonhos. Deus precisa saber da necessidade que temos da presença Dele em nossa vida.

JULHO SEM POSTAGENS

Mês de julho, muito frio, tempo muito seco, como sempre a gripe me pegou de jeito e não aguentei, caí de cama. Nesses dias, tive muito tempo pra ler. É sempre muito bom ler.

Bem, então no mês de julho devido a essa gripe violenta não postei nada aqui em meu blog, mas volto agora postando alguns ensinamentos que tive nesse momento de reflexão, leituras e orações.

Fiquem com Deus e que Ele nos abençoe.

30 de junho de 2012

AS EMOÇÕES

QUANTAS vezes nos convencemos de que somos uma pessoa emocional, e que simplesmente não conseguimos evitar viver nossos altos e baixos emocionais. Lamento dizer, mas estamos errados. Eu também já pensei assim. Nós não somos "apenas emocionais"; nós escolhemos ser assim, o que significa que somos guiados por nossas emoçoes. As emoções nos possuem em vez de possuírmos a emoções. Deus nos deu emoções pra que nós pudessemos sentir coisas boas e más, mas Ele nunca pretendeu que nenhum desses sentimentos nos governasse. Nós devemos governar nossa mente, nossa boca e nossas emoções. Deus nos deu livre arbítrio e devemos exercitá-lo para fazer escolhas que se alinhem com a vontade de Deus para a nossa vida.
Não podemos reagir da maneira como o mundo reage às situações da vida. Jesus é a nossa paz; Ele é o exemplo suplemo de estabilidade, e através Dele podemos desfrutar de uma vida estável.

Aprenda a lidar com suas emoções e não permita que elas o domine. Mas não é fácil. É um exercício constante.

28 de junho de 2012

SOMOS HUMANOS

"Não me ame apenas pelas minhas qualidades. Me ame pelos meus defeitos, pois sou humano e tenho meus medos e minhas forças"

Deus tem algo muito melhor para você

Deus o ama tanto que não quer deixar que sua vida fique como está. Ele tem algo muito melhor para você. "Porque tudo o que fez foi em nosso favor, por Sua grande bondade, com a qual nos cumulou na sua ternura e na riqueza de seu amor" (Is 63,7). Mas Deus sabe que, muitas vezes, nós não O compreendemos e não percebemos que tudo o que Ele faz em nossa vida é para o nosso bem, porque nem o olho viu, nem o ouvido ouviu, nem o coração humano imaginou alguma vez aquilo que Ele reserva para os que ama.
Não importa o que aconteceu, ou quão ruim pareceram as coisas, no passado; Ele vai ajudar você para que, a partir de agora, sejam melhores. As coisas vão mudar. Tenha fé!
Deus tem um plano de amor e realização para sua vida. É dentro desse plano que você encontrará as respostas e a felicidade que anda buscando. Fora dele você só vai se desgastar e entristecer. Deus quer que você participe desse desígnio; que o compreenda e o aceite!
"Os que em Mim põem sua confiança 'compreenderão a verdade' e os que são fiéis habitarão comigo no amor: porque meus eleitos são dignos de favor e misericórdia" (Sb 3,9).

27 de junho de 2012

ACEITE A GRAÇA

Aceitar as graças que Deus tem pra nossa vida não é fácil. Muitas vezes não nos achamos merecedor. Depois de Josué ter conduzido os israelitas através do Jordão para a Terra Prometida, havia alguma coisa que Deus precisava fazer antes que estivessem prontos para ocupar sua primeira cidade  que era Jericó.
O Senhor ordenou a todos os israelitas do sexo masculino que fosse circuncidados, uma vez que isso não havia sido feito durante todos os quarenta anos queele haviam vagueado pelo deserto. Depois que isso foi feito, o Senhor disse a Josué que ele havia removido do seu povo o opróbrio do Egito.
Alguns versos à frente, no capítulo 6, o relato começa com a forma como Deus conduziu seus filhos para dominar e conquistar Jericó. Por que o opróbrio precisava ser retirado deles antes? O que é um opróbrio?
A palavra oprobrio significa "culpa, desgraça: vergonha." Quando Deus disse que Ele iria "remover" do israelitas o opróbrio do Egito, ele estava enfatizando algo. O Egito representa o mundo. Depois de estarmos alguns anos no mundo e nos termos tornados mundanos, é preciso que a vergonha seja removida.
Por calusa das coisas que eu tinha feito e que tinha sido feitas a mim, eu tinha um natureza baseada na vergonha. Culpava-me pelo que tinha acontecido comigo e tudo que já tinha feito.
O fato de Deus remover de nós a vergonha significa que cada um de nós deve receber por si mesmo o perdão que Ele está oferecendo por todos os nossos pecados passados.
Nós devemos perceber que merecer as benções de Deus por nós mesmo não merecemos porém, temos que ter a conciência que somos filho Dele e Ele nos ama. Mas na verdade não é por merecimento e sim por graça e misericordia do Pai. Então podemos apenas, humildemente, aceitá-las e apreciá-las e reverenciar a Deus pelo quanto Ele é bom e pelo quanto nos ama. Então sim, mereço as bençãos de Deus em minha vida.
Então, sem medo, peçamos a Deus que derrame graças em nossas vidas porque somente seremos vencedores em Jesus e com Jesus. Não devemos ter medo, dúvida, confusão, depressão, raiva e sentimentos de condenação, pois Deus não nos condena, Ele nos quer VENCEDOR. Deus já removeu o nosso oprobrio, então não o carregue contigo isso pra sempre e aceite a graça que Ele tem pra sua vida.


26 de junho de 2012

JESUS VEM NOS SOCORRER

Pedro cometeu um erro: gastou muito tempo olhando a tempestade. Ele ficou amedrontado. Dúvida e descrença o assediaram, e ele começou a afundar. Ele gritou para que Jesus o salvasse, e Jesus o salvou. Mas observe que a tempestade cessou assim que Pedro voltou para o barco!
Lembra-se de Romanos 4.18-21 quando Abraão  não vacilou ao considerar sua situação impossível? Abraão conhecia as condições, mas, diferentemente de Pedro, não creio que ele pensava ou falava nisso o tempo todo. Podemos estar conscientes das nossas circunstâncias e, ainda assim, proporsitadamente, manter nossa mente em alguma coisa que aumentará e edificará a nossa fé.
É por isso que  Abraão se manteve ocupado louvando e glorificando a Deus. Glorificarmos a Deus quando continuamos a fazer o que sabemos que é certo, mesmo em circunstâncias adversas. Efésios 6.14 nos ensina que em tempos de guerra espiritual devemos colocar o cinturão da verdade.
Quando a tempestade vier em sua vida, bata os pés, levante o rosto e determine-se, pelo Espírito Santo, a ficar fora do barco! Muitos frequentemente a tempestade cessa assim que você desiste e engatinha  de volta para um lugar de segurança e proteção.
O diábo traz tempestades em nossa vida para intimidar- nos. Oremos para que em nossa mente não crie ilusões durante as tempestades. Oremos para que não mememos nossas decissões baseando em nossos pensamentos ou sentimentos, mas confiar em nosso espirito. Quando fizermos isso, encontraremos a mesma visão que estava lá no começo. E voltamos a perceber a presença de Deus, assim como Pedro gritou por Jesus e quando O viu tudo ficou calmo e voltou pro barco e tudo ficou tranquilo.
Desejo a você que, por qualquer motivo se encontra em um momento difícil, fora do barco, com medo de afundar, de não resistir, de não suportar, desejo do fundo do meu coração que olhe mais uma vez para frente e clame por aquele que pode te salvar, que é Jesus Cristo e Ele irá até você, nesse exato momento e irá te dar a mão e te colocará em um lugar tranquilo, onde a paz se tornará presente e seguirá o seu caminho a te guiar. Acredite, Jeus vem nos salvar sempre que clamamos pela sua misericórdia.
Deus abençoe a ti e a todos os seus.

Amém?!

5 de junho de 2012

A ARTE DE ADAPTAR

Em nosso orgulho, queremos que todos sejam como nós ou que sejam como achamos que devem ser. Deus quer que oremos para que a vontade Dele seja feita. Ele quer que apreciemos as pessoas que colocou em nossas vidas, e que não as julguemos e critiquemos. Devemos criar o habito de encontrar o bem nas pessoas, e não suas inferfeiçoes. Todos nós temos a nossa pequena carga de erros opressivos e fomos chamados a sermos pacientes e a tolerarmos os outros. Isso significa que teremos de literalmente suportar algumas coisas que não gostamos para termos relacionamentos que durem e principalmente que edifiquem.

Entretanto, precisamos lembrar que outras pessoas precisasm ignorar alguns de nossos erros também. Esta é a única maneira de podermos viver relacionamentos transquilos e pacíficos. Todos nós precisamos praticar a arte de adaptar.

12 de maio de 2012

TUDO TEM SEU TEMPO


Sempre tive dificuldades em esperar. Nas minhas orações, entregava as situações nas mãos de Deus, mas não descansava, mantinha a cabeça maquinando em busca de solução. era, e por algumas vezes ainda é muito duro para mim, simplesmente parar e esperar acreditando que a situação receberá uma resposta da parte de Deus. Isso causava em mim um sentimento de desconforto, insegurança, irresponsabilidade. Então descobri que há situações em que esse esforço é totalmente desnecessário e, até, prejudicial. Ha um caminho uito melhor.

Tudo que Deus quer de nós é que esperemos, numa atitude de confiança.

Sei que a aflição nos pertuba. Mas temos que lembrar que os mais limpos e belos dias só chegam epois de terem sido lavados e polidos por duras noites de chuva. As tempestades sulcam a terra, ferem=na, reviram-na, lavam e levam tudo o que é sujeira, o que é velho e de raízes fracas. Mas onde há tempestade sempre encontraremos vida, árvores robustas, solo verdejante e ares de limpeza.

As provações são as tempestades do coração. Todas as vezes que nos depararmos com violentas chuvas de aflição, nuvens carregadas de tristeza e ventos de sofrimento, encontraremos corações lavados, polidos e abastecidos com a verde relva da misericórdia de Deus. Depois da tempestade, Deus faz despontar o sol de seu amor. Se, por um tempo, estivemos no escuro, não tardaremos em nos deliciar sob o calor dos raios do sol de Deus.

Em geral, as coisas mais belas e complexas levam tempo para ser construídas. Custa tempo pra construir um edifício. Muitos quadros demoraram anos para serem pintados. Mas exigimos  que Deus faça seus milagres nos segundos da nossa conveniência.

Leva tempo converter um coração.
Leva tempo aproimar duas pessoas que se magoaram.

É preciso tempo para curar a doença e fechar a ferida. Tudo nessa vida está sujeito a um tempo. Por isso, com a oração, planta-se a semente, pela oração, cultiva-se a planta, e a confiança não nos decepcionará quando colhermos os frutos esperados. Não desista. 

Continue orando, pois a sua oração plantou a semete e Deus precisa apenas de um pouco mais de tempo para entregar-lhe a resposta.

6 de maio de 2012

A INFELICIDADE CEGA


Havia um homem que caminhava numa noite, a beira do mar, e a lua estava cheia. Ele, porém, só conseguia se concentrar em suas insatisfações e pensava: “Ah! Se eu tivesse um carro novo, aí, sim, eu seria feliz! Se tivesse uma casa melhor, seria feliz; se tivesse um emprego excelente com um bom salário, seria feliz; se encontrasse alguém pra compartilhar meus momentos eu seria feliz...” E, distraído com seus pensamentos acabou tropeçando em uma caixinha cheia de pedras.
Ele foi jogando, uma a uma, as pedrinhas no mar a cada vez que dizia: “Eu seria feliz se tivesse...”. Por fim só restou uma pedra na caixa. Resolveu guarda-la.
Quando chegou em casa, percebeu que se tratava de um diamante precioso. Ele simplesmente jogava ao mar, inúmeros deles, sem sequer parar para olhar mais próximo.
Assim fazemos nós que jogamos fora os dias de nossa vida em busca de ilusões. Infelizes por não possuir aquilo que julgamos perfeito e que pensamos ser a causa de nossa realização, desejando o que não temos e não valorizando o que Deus nos deu. Se levantássemos os olhos para o céu... se ao menos olhássemos a nossa volta e observássemos, perceberíamos que estamos cercados de tesouros e que muito perto está a felicidade.
Os problemas e coisas desagradáveis que constantemente acontecem em nossa vida, Deus se serve deles para nos desprender deste mundo e nos colocar no caminho que leva ao céu e que sacia todo os nossos desejos.
A infelicidade cega, suja e envelhece a pessoa; ela vai aos poucos apagando a chama da vida e amargurando os que a hospedam. Mas Deus pode expulsá-la.
Apenas confie e entregue o seu coração ao Senhor; deixe-O enchê-lo com seu amor. Não tenha medo do que vai acontecer. Será um grande abraço do Pai que recebe o filho de volta em casa cheio de saudade, depois de tanto tempo.

Em Eclo 30, 24-25 diz: "Afasta a tristeza para longe de ti, pois a tristeza matou a muitos e não há nela utilidade alguma. Quando uma pessoa deixa de se sentir amada, ela começa a ser infeliz. a infelicidade é uma venda que, colocada sobre os olhos, impede-nos de perceber até mesmo o mais evidente.


5 de maio de 2012

NOVA CHANCE - DEUS NÃO DESISTIU DE VOCÊ


Havia um homem muito rico, que possuia muitos bens, uma grande fazenda, muito gado e vários empregados a seu serviço...
Tinha ele um único filho, um único herdeiro,
que ao contrário do pai não gostava de trabalho nem de compromissos.
O que ele mais gostava era fazer festas e estar com seus amigos, e de ser bajulado por eles.
Seu pai sempre o advertia que seus amigos só estavam ao seu lado enquanto ele tivesse o que lhes oferecer, depois o abandonariam.
Os insistentes conselhos de seu pai lhe retiniam aos ouvidos, e logo se ausentava sem dar o mínimo de atenção.
Um dia, o velho pai já avançado em idade, disse aos seus empregados para construírem um pequeno celeiro e, dentro dele, fez uma forca, e junto a ela uma placa com os dizeres:
"Para você nunca mais desprezar as palavras de seu pai".
Mais tarde chamou o filho e o levou até o celeiro e disse:
Meu filho, eu já estou velho e quando eu partir,
você tomará conta de tudo o que é meu, e sei qual será o seu futuro.
Você vai deixar a fazenda nas mãos dos empregados, vai gastar todo o dinheiro com seus amigos, irá vender os animais, e os bens, para se sustentar, e quando não tiver mais dinheiro, seus amigos vão se afastar de você.
E quando você não tiver mais nada, vai se arrepender amargamente de não ter me dado ouvidos. É por isso que eu construí esta forca. Sim, ela é para você, e quero que me prometa que se acontecer o que eu disse,você se enforcará nela. O jovem riu, achou um absurdo, mas para não contrariar o pai prometeu, pensando que jamais isso pudesse ocorrer.
O tempo passou, porém, o pai morreu e seu filho tomou conta de tudo.
Mas exatamente como o pai previra, o jovem gastou tudo, vendeu os bens, perdeu os amigos e a própria dignidade. Desesperado e aflito, começou a refletir sobre sua vida e viu que havia sido um filho tolo,lembrou-se de seu pai e começou a chorar e dizer: Ah, meu pai, se eu tivesse ouvido os seus conselhos... Mas agora é tarde, tarde demais! Pesaroso, o jovem levantou os olhos e longe avistou o pequeno celeiro, era a única coisa que lhe restava. A passos lentos se dirigiu até lá.
Entrando, viu a forca e a placa empoeirada,e disse: Eu nunca segui as palavras de meu pai, não pude alegrá-lo quando estava vivo, mas pelo menos desta vez vou fazer a vontade dele, vou cumprir minha promessa, não me resta mais nada.Então subiu nos degraus e colocou a corda no pescoço, dizendo: Ah, se eu tivesse uma nova chance então pulou, sentiu por um instante a corda apertar sua garganta. Mas o braço da forca era oco e quebrou-se facilmente.
O rapaz caiu no chão, e sobre ele caíram jóias, esmeraldas, pérolas e diamantes.
A forca estava cheia de pedras preciosas, e um bilhete que dizia:

 Essa é sua nova chance, eu te amo muito.
 Com amor.
Seu pai.

Deus jamais desistirá de você. Ainda que a sua vida tenha chegado ao fundo, você não precisa de uma forca para resolver o problema, porque o Senhor está ao seu lado.
Se um pai, depois de ter vivido tantas decepções e de ter seus bens esbanjados, é  capaz de dar uma nova chance ao seu filho, quanto mais Deus... vai lhe dar uma vida inteiramente nova se você quiser. Quem se afasta de Deus caminha para o desespero, mas quem O acolhe não será atingido pela desgraça.
Esta é a sua nova chance. A única coisa que você precisa fazer é aceita-la. Alguns dizem  que é uma loucura confiar em Deus. Porém, não é uma loucura ainda maior confiar em sí mesmo ou nos demais homens? O Senhor espera que você confie nEle. Abra seu coração e deixe-O agir!
Você verá o Senhor substituir pelo Seu amor, Seus dons e Sua graça todas as pedras e espinhos que feriam seu coração e o faziam infelizes.

13 de abril de 2012

AMAI SEU PRÓXIMO COMO A TI MESMO


Vivemos em um mundo doente, onde o dinheiro vale mais que a própria pessoa. Onde o egoísmo impera no indivíduo. Onde o ter é melhor do que o ser. Onde não se importa se o que se fala vai machucar o próximo. Onde o prazer vem sempre em primeiro lugar. Onde você vale aquilo que tem.  Onde prioriza a si independentemente se o outro será prejudicado.

Como isso me dói. Dói acordar e perceber que as pessoas só se preocupam consigo e não sabem se colocar no lugar do outro. Dói ver a hipocrisia na face das pessoas que se escondem atrás da bíblia e da caridade para ter lucro, para conseguir sua confiança, para obter favores. Como isso dói!
Saber que estamos buscando ser e ter amigos e que tantos outros estão em busca de ser e ter o que você tem o que você é.  Onde a inveja, a disputa, a intolerância, a arrogância, a ignorância, a discrepância, a falta de Deus tomou conta do coração.
Tudo isso será diferente quando o homem entender que somos feito a imagem e semelhança de Deus. Que não precisamos ter muitas regras e seguir vários mandamentos, somente um: “Amai o seu próximo como a tí mesmo.”

Que Deus te abençoe e te livre de todo mal.
Amém.

10 de abril de 2012

INICIAR O DIA

Bom Dia! Assim iniciamos o nosso dia. Mas nem sempre é assim.
Qual foi a primeira coisa que disse esta manhã quando saiu da cama? Sobre o que você tem conversado o dia inteiro? apesar do que você possa pensar, isso é importante para você e para o seu bem estar.
As palavras são de grande importância e poder e seremos responsabilizados por elas.
Por isso, cada um de nós precisa aprender a ter controle sobre o que dizemos a respeito do outro e de nós mesmo.

Então... BOM DIA, BOA TARDE E BOA NOITE - SEMPRE.

P.S.: Obrigado pelos email recebidos. Já estou melhor. Deus abençoe a todos.

12 de janeiro de 2012

AMOR - O VERDADEIRO TESOURO

Ao relacionar o que é mais importante em nossa vida, deixamos em segundo plano as coisas que realmente deveria vir em primeiro lugar.
Na maioria das vezes, nos enganamos escolhendo riquezas, bens materiais e sucesso para preencher o vazio que sentimos em nosso interior, em nosso coração. E assim, nos sentimos desorientados. E o mais interessante é que não percebemos que o mais importante está dentro de nós mesmo, O AMOR.
Deus é amor e mora dentro de nós.
É como a pérola da parábola. Nessa parábola, Jesus usa como ilustração um negociante em busca de boas pérolas. Esse negociante, quando acha uma pérola de grande valor, vende todas as pérolas que tinha em mãos e compra a de grande valor, reconhecendo o altíssimo valor dela.
A pérola de grande valor é o próprio Jesus Cristo e o Seu reino. Antes de conhecer Jesus, olhamos nossa vida como se tivéssemos verdadeiras pérolas em nosso poder, mas quando reconhecemos o valor de Jesus Cristo, essa mentalidade muda, pois ele nos faz ver que as nossas “pérolas”, na realidade, não são tão valorosas como a que Ele nos oferece
Não precisamos ir longe para encontrá-la, é preciso entrar no coração, um dos territórios mais difíceis de serem penetrado.
Mas para isso é preciso arrancar todos os obstáculos que nos impede de visitar o nosso interior. São obstáculos como a inveja, a ira, o orgulho, o egoismo e o preconceito que nos impedem de achar a verdadeira pérola. 
É necessário mergulhar em nosso coração e encontrar esse amor,  o mais importante mandamento de Deus, e que está dentro de mim e de você.

11 de janeiro de 2012

DICAS PRA VIVER MELHOR

Não faça de sua memória uma lata de lixo das misérias existenciais.
Pense antes de reagir. 
Seja gentil na maneira de expor seus pensamentos.
Retome o diálogo a qualquer momento com as pessoas que te frustraram.
Não fuja de seus sofrimentos, enfrente-os com lucidez e dignidade.
Não reclame, valorize o que tem e não o que lhe falta.
Não deixe que as idéias negativas dite ordens em sua mente.
Seja um agente modificador da sua história, e não vítima dela.
Não sofra por antecipação.
Comtempre o belo nos pequenos eventos da vida.
Consiga erguer os olhos e ver as flores antes que as sementes tenham brotado, antes do cair das primeiras chuvas.
Não espere muito das pessoas a sua volta, nem das mais íntimas, mesmo que você se dê  intesamente a elas.
Nunca desista de ninguém, assim com Deus não desiste de você.
Não use os seus erros e nem os erros dos outros como objeto de punição a sí ou ao próximo, e sim como adubo da maturidade.

Acredito que Jesus era exatamente assim e quero seguir os seus passos ou ao menos tentar. Tente você também.

31 de dezembro de 2011

CONFIANÇA

Não basta estar próximo de Jesus, temos de ter confiança Nele. Temos que entregar a Deus, ou a graça não acontece em nossa vida.

Hoje, quando estamos passando por alguma dificuldade em que a nossa fé é posta a prova, muitas vezes nos esquecemos de Deus. Oramos e não somos prontamente atendidos e assim nos afastamos de Deus justamente no momento em que mais precisamos ter a confiança, que precisamos ter Deus em nosso caminho. O tempo de Deus não é o nosso tempo. Precisamos ter fé e confiar.

Muitas vezes, querem impedir o nossso caminho com a oposição aos nossos projetos e até mesmo com ódio tentando nos empurrar para o buraco. Se isso acontecer em sua vida faça como Jesus: passe no meio deles e continue seu caminho. Caminhe com a confiança de quem espera em Deus e com a certeza de que não será jamais abandonado por Ele. Não deixe que nada interrompa o seu caminho, projetos e sonhos. Não tenha vergonha de proclamar a palavra de Deus no meio daqueles que o rejeita.

Que Deus esteja presente nesse novo ano que inicia e que a confiança esteja sempre presente em sua vida.

FELIZ 2012

27 de dezembro de 2011

ESPERANÇA E PAZ PARA O NOVO ANO


A alegria vai embora da nossa vida porque falta compromisso nosso com a esperança. Nós vamos abrindo mão, deixando de fazer a nossa parte, que ninguém pode fazer por nós. Nós não buscamos a nossa alegria de cada dia. Não seguimos construindo, a partir do nosso esforço e luta, a parte que só nós podemos realizar dentro do nosso processo. Nós não podemos mais continuar abrindo mão do que só nós podemos fazer reaprendendo a ser feliz, a ter alegria. Não a alegria do sorriso falso, muitas vezes que o ator sabe dar, interpretando um papel, mesmo que o seu coração esteja dilacerado de infelicidades. Mas sim da satisfação de deitar a cabeça no travesseiro todas as noites e saber que combatemos o bom combate, que fomos o ser humano que poderíamos ter sido. Que não deixamos de fora nenhum aspecto importante. Que não abrimos mão de construir a esperança que nos dará o direito a um sorriso legitimo e sincero mais tarde.

Jesus não era adepto de sentenças condenatórias. Ele preferia refletir a questão e devolver a questão a quem o questionava e ao que estava sendo condenado, para que o mesmo tivesse condições de olhar se aquela condenação lhe cabia ou não. E porque queremos tanto condenar o nosso próximo?

Quantas vezes dizemos que não damos conta? Pois continuaremos não dando conta sempre que permanecermos com esse pensamento. Nada é fácil nessa nossa vida. O caminho é estreito. Sem luta ninguém pode vencer nada.

Assim que começo a viver para as coisas de Cristo Jesus eu deixo as coisas do mundo, que me prejudica, que me leva pra baixo, que me entristece, que me irritam, dou as costas pra tudo que é mesquinho, raso, rasteiro... porque o projeto de Deus para a minha e para a sua vida é para nos levantar. Quem gosta de nos ver para baixo é o diabo e dele não devemos e não queremos ser parceiros.

Que nesse novo ano que chega, a esperança seja renovada. Esperança de sermos homens e mulheres melhores, de mais fé, de mais amor, de mais caridade, de mais inteligência,... e que o que nos leva ao pessimismo, ao mal humor, a agressividade, a ingratidão, seja expulso de nossa vida e dê espaço aos bons projetos que Deus tem para nós.

FELIZ ANO NOVO COM MUITA ESPERANÇA, PAZ, AMOR E EM ESPECIAL SAÚDE.












17 de dezembro de 2011

FELIZ NATAL

Natal - Ano encerrando. É hora de todos os nossos planos serem repensados. Relaxar os cintos para engatar os novos planos para o novo ano que vêm chegando. Mas, nesse natal, precisamos fixar nossos olhares no menino Jesus e não em Papai Noel. Que nossa árvore de Natal seja interna e não externa. Que não nos preocupemos com os enfeites, luzes, brilhos,... E que nossa árvore frutifique em nosso interior felicidades, sinceros sorrisos, tranquilidade em nossa alma.

Que os gestos simples e espontâneo, sem se preocupar com o certo ou errado e sim com a sinceridade dos sentimentos tome o lugar das frases feitas e abraços sem verdade.

Que o presépio esteja em nosso coração para receber o menino Jesus.

Lembre que Deus tem algo muito bom para minha e para a sua vida. Em isaias 55:8 O Senhor Deus diz: "Os meus pensamentos não são como os seus pensamentos, e eu não ajo como vocês. Assim como o céu está muito acima da terra, assim os meus pensamentos e as minhas ações estão muito acima dos seus. A chuva e a neve caem do céu e não voltam até que tenham regado a terra fazendo as plantas brotarem, crescerem e produzirem sementes para serem plantas e darem alimentos para as pessoas. Assim também é a minha palavra: ela não volta para mim sem nada, mas faz o que me agrada fazer e realiza tudo o que eu prometo.

Deus tem grandes planos pra você e nesse novo ano de 2012 você conhecerá os planos de Deus para sua vida. 2012 será um ano de renovação para sua vida e você não viverá as esperiências negativas de 2011 ou de outros passados. Será um ano de muita benção e alegria, será o ano da virada de sua vida.

Que o nascimento de Jesus em seu coração faça nascer um mundo melhor, mostrando a todos a sua volta a verdadeira felicidade vinda de Cristo.

Que Deus nos dê um Feliz Natal e que no novo ano que chega seja repleto da sua presença em nossa vida.

14 de dezembro de 2011

O LIVRO DE ELI

Eli e Carnegie lutam pela posse do livro (A Bíblia Sagrada), porém, seus objetivos são diferentes.

Eli o defende pela sua generosidade e amor ao mundo que começa a se reconstruir. Seu objetivo é fornecer à humanidade uma possibilidade de salvação.
Carnegie é a personificação do egoísmo e da ganância. Busca a posse do livro para manipular os fracos, conforme sua necessidade.
Para quem está acostumado a sentar-se em frente à tela e simplesmente receber respostas prontas, este filme talvez pareça sem sentido. Pois o sentido dele está na reflexão, mas esta só será acionada quando os detalhes todos da trama forem percebidos.

Divirta e aprenda!!!          CLICK AQUI

5 de dezembro de 2011

O CAMINHO NEM SEMPRE É RETO

Em Provérbios 16.25 diz: Há caminho que parece direito ao homem (parece reto), mas afinal são caminhos de morte.

Precisamos aprender que as vezes, uma linha reta não é a menor distância entre nós e nossos objetivo. Pode ser apenas a distância mais curta para a destruição.

Devemos aprender a ser pacientes e esperar no Senhor, mesmo que pareça que Ele esteja nos levando por um caminho de círculos para chegarmos ao nosso destino tão almejado.

Quantas vezes nos sentimos infelizes, vazios, simplesmente porque estamos tentando fazer alguma coisa acontecer ao invés de esperar com paciência que Deus faça com que as coisas aconteçam, e queremos traçar nosso caminho com nosso próprio tempo e da nossa própria maneira?

Muitas vezes estamos tentando esperar em Deus e o inimigo Satanás, em sua sujeira, aprisiona a nossa mente exigindo que façamos alguma coisa. Porque ele sabe que se fizermos as coisas segundo a nossa vontade nem sempre dará certo ou ficaremos satisfeito. E assim... ponto pra ele.

A impaciência é sinal de orgulho e devemos responder ao orgulho com a humildade.











3 de dezembro de 2011

PACIÊNCIA E PERSISTÊNCIA

PERSEVERANÇA (PACIENCIA E PERSISTÊNCIA)

Em Hebreus 10:36 diz: Com efeito, tendes necessidade de PERSEVERANÇA para que, havendo feito a vontade de Deus alcanceis a promessa.

Essa passagem nos diz que sem paciência e perseverança não receberemos as promessas de Deus. E em Hebreus 6:12 nos diz que apenas por meio da fé e da paciência que herdamos as promessas.

O homem orgulhoso corre com suas próprias forças, forças de sua carne e tenta fazer as coisas acontecerem no seu próprio tempo. O orgulho diz: “Estou pronto agora”! A humildade diz: “Deus sabe o tempo exato e Ele não se atrasará”!

Um homem humilde espera paciente; na verdade ele tem até medo de se mover na força da sua própria carne, do seu próprio querer. Mas o homem orgulhoso tenta uma coisa após a outra e todas sem sucesso.

30 de novembro de 2011

AMOR X DESEJO

O amor – engraçado como se falam do amor como se fosse algo inatingível. Já imaginou que buscamos o tão sonhado amor como uma rosa sem espinhos?

As pessoas confundem, de forma grandiosa, Amor e Desejo. O desejo é na verdade uma vontade de obter, absorver de forma ampla até o fim. De forma que o desejo tem como essência a autodestruição. A vontade de se autodestruir com o consumo do desejado.

Já o amor é a vontade de cuidar e preservar o objeto cuidado. É a essência contrária do desejo, onde não queremos nunca que chegue ao fim, nunca ocorra essa destruição. O amor se doa ao amar. Não é apenas a vontade de se satisfazer.

O Desejo quer consumir e o Amor quer possuir. Como disse, o desejo tem uma vontade íntima de autodestruição, de chegar-se ao fim. Já o Amor se realiza com a durabilidade do amado, do objeto desejado. O desejo se autodestrói e o Amor se autoperpetua. O amor é uma rede lançada à eternidade.

Mas não estou dizendo que o desejo não faz parte do amor. Porém no amor o desejo não tem como sua essência a autodestruição e sim um semear, cultivar e alimentar esse desejo.

Mas isso leva tempo. Nem tão longo nem tão breve. Apenas leva tempo. Tempo este que, numa sociedade dos impulsos, das satisfações instantâneas, se torna em tempo longo demais (irritante e insustentavelmente longo).

Que pena... O amor está a cada dia mais, sendo deixado de lado por uma vontade louca de consumismo impulsivo do desejo.

Daí a falta de Deus, que nada mais é que esse insuportável desejo do prazer instantâneo, sem compromisso com o outro, sem vontade de cuidar do próximo, sempre olhando para o seu eu, um superego, onde o que importa é somente e nada além que si mesmo. Isso é deprimente e daí, o surgimento do trocadilho: “A HUMILDADE DO AR ESTÁ RELATIVAMENTE BAIXA”. Humildade de saber que não somos únicos. Que devemos respeitar nossos irmãos e não passar por cima como um trator, sem pensar no que podemos causar ao nosso semelhante. E isso não vale apenas para o amor conjugal e sim para todo tipo de amor. Amor ao nosso irmão, a nossos amigos, aos nossos vizinhos,... Porque estamos vivendo em uma sociedade em que, se for preciso matar para sobreviver, o matar se justifica.

O “eu sou” está se tornando insuportável a meu ver. É um egoísmo tamanho, que me dá canseira. Tudo hoje é: “eu sou”, “eu quero”, “eu posso”, “eu sei”, “eu faço”, “eu mereço”, sempre na primeira pessoa do singular.

Esse é um assunto inesgotável, então aqui finalizo.

Que Deus nos dê a cada dia a condição e o dom de amar o nosso próximo com generosidade, assim como queremos que sejam para conosco.

17 de novembro de 2011

A FÁBULA DO PORCO ESPINHO

Durante a era glacial, muitos animais morriam por causa do frio. Os porcos-espinhos, percebendo a situação, resolveram se juntar em grupos, assim se agasalhavam e se protegiam mutuamente.

Mas os espinhos de cada um feriam os companheiros mais próximos, justamente os que forneciam calor. E, por isso, tornaram a se afastar uns dos outros.

Voltaram a morrer congelados e precisaram fazer uma escolha: desapareceriam da face da Terra ou aceitavam os espinhos do semelhante.

Com sabedoria, decidiram voltar e ficarem juntos. Aprenderam, assim, a conviver com as pequenas feridas que uma relação muito próxima podia causar, já que o mais importante era o calor do outro. E assim sobreviveram

O melhor relacionamento não é aquele que une pessoas perfeitas, mas aquele onde cada um aprende a conviver com os defeitos do outro e consegue admirar suas qualidades...

Mas isso não é fácil. É algo que aprendemos com o tempo ou nunca aprendemos.

Aceitar o próximo como ele é não é nada agradável. E muitas vezes temos a pretensão de muda-las a nosso gosto. Pobre ignorância!

Não posso e não devo querer que o meu próximo seja, reaja, fale, goste, comporte como eu. Somos diferentes uns dos outros. Deus nos fez assim: único. E Deus não erra. Ou você tem alguma dúvida disso?

Todas as pessoas têm defeitos e qualidades que as fazem únicas. O problema disso é que cada um de nós tentamos impor nosso jeito individual de ser aos demais trazendo dor e sofrimento para nós e para os que mais amamos. Em 1Co. 9.20-22 diz: Para os judeus fiz-me judeu, a fim de ganhar os judeus. Para os que estão debaixo da lei, fiz-me como se eu estivesse debaixo da lei, embora o não esteja, a fim de ganhar aqueles que estão debaixo da lei. Para os que não têm lei, fiz-me como se eu não tivesse lei, ainda que eu não esteja isento da lei de Deus - porquanto estou sob a lei de Cristo -, a fim de ganhar os que não têm lei. Fiz-me fraco com os fracos, a fim de ganhar os fracos. Fiz-me tudo para todos, a fim de salvar a todos. Perceba nessa passagem que Paulo, por diversas vezes, usa a expressão: “me fiz de:” objetivando mostrar a forma de entender como uma pessoa “funciona” e aprender a linguagem adaptando-se a ela ao invés de cobrar que ela se adapte a nós. Isso é a forma de nos colocar no lugar dos outros, percebendo e tendo a visão do ângulo de cada um. É amor incondicional. Porque podemos não visualizar as coisas da mesma forma que o outro e com isso julgarmos como errado a forma diferente. É a falta de humildade.

Mas tem pessoas que não querem ser ganhas por nós e temos que respeitar o direito delas. Esse é o estilo de Jesus que temos que copiar.

Peçamos a Deus que nos ensine assim como ao porco espinho a abraçar prazerosamente por inteiro, sem ferir a nós e aos que amamos, apesar de nossos espinhos (defeitos e diferenças). Esse é o aprendizado do AMOR INCONDICIONAL.

6 de novembro de 2011

DESRESPEITO

Quantas vezes nos vemos triste, confusos e amargurados por conta dos julgamentos e opiniões de outros a nosso respeito? Paulo já dizia: Pouco me importa ser julgado por vocês ou por qualquer tribunal humano; de fato, nem eu julgo a mim mesmo” (Coríntios 4:3). Nesse caso haviam pessoas julgando a fé de Paulo e ele não tentou se defender, nem ficou com raiva. Simplesmente disse: “Não me importo com o que vocês dizem. Nem eu mesmo me julgo.”

Não temos que viver emitindo nossos juízos uns sobre os outros e nem sobre nós mesmo. Em Romanos Paulo diz: “Quem é você para julga o servo alheio? É para o seu senhor que ele está em pé ou cai. E ficará em pé, pois o Senhor é capaz de o sustentar” (Romanos 14:4).

Nós estamos e permanecemos de pé porque o Senhor está sempre a nos sustentar. Assim como uma criança que aprende a caminhar, que os pais estão sempre por perto, segurando o seus braçõs e os ajudando a manter o equilíbrio para que não caia e se machuque. Não permanecemos de pé por nós mesmo e sim pelo Senhor que nos sustenta.

E não se preocupe com o desrespeito dos outros. Assim como os nossos defeitos, os defeitos dos outros são assuntos de Deus e Dele somente.



Lembre-se que: “Somos retos não porque nunca tenhamos cometido erros, mas porque Jesus jamais cometeu um. (J.Meyer)

2 de novembro de 2011

DESACORRENTE-SE DA VAQUINHA

Era uma vez um lugarejo onde tinha vários pequenos sítios.

Certo dia um velho sábio passando por esse lugarejo avistou uma casinha velha ao lado de um abismo, quase caindo, que morava nela uma família de quatro pessoas, um homem e uma mulher e duas crianças.
O velho sábio chegou e aproximou-se, e com muita curiosidade foi perguntar como aquela família fazia para sobreviver naquele pequeno sítio, pois não avistava nada prantado, apenas uma vaquinha.
O Homem responde a velho sábio!
"Nós tiramos nosso sustento dessa vaquinha, do leite e de seus derivados".
E continuando a pensar o velho sábio sai andando, quando de repente vem uma voz que lhe diz: “filho, mande aquela família empurrar aquela vaquinha no abismo”.
O velho sábio chega ao homem e pede para ele que empurre a vaquinha no abismo. E sem mais e nem menos, o homem empurrou, sem fazer nenhuma pergunta.
Passaram-se alguns anos e o velho sábio, passando por aquela região, resolve passar naquele pequeno sítio e ver como estava aquela família, já que tinha mandado empurrar no abismo a sua única fonte de renda.
Chegando lá o velho sábio se assustou. Pois aquele homem mal vestido, com a casa velha quase caindo, não tinha mais. Encontrou o mesmo homem e sua família bem vestidos, com trator, carro na garagem e muita plantação.
Então o velho sábio perguntou o que foi que aconteceu.
O homem respondeu: “Quando empurramos a vaquinha no abismo, tivemos que sair de nossa comodidade e produzir. Pois não tínhamos mais a vaquinha para dar-nos o sustento”.
E é isso! Não devemos nos acomodar com nossos relacionamentos pequenos, com nosso emprego insatisfatório, com tudo que não nos engrandecem e mesmo assim permanecemos por medo de buscar o novo. Quando nos agarramos a algo como a nossa tábua de salvação, esquecemos de olhar o que se passa a nossa volta e com isso perdemos oportunidades de crescimento.
cada um de nos em vários momentos da vida acabamos estando presos nessa vaquinha magrela em vários momentos.


Muita vezes estamos presos a essa vaquinha como se fosse sem aquele pouco que a vida está oferecendo e não conseguissemos sobreviver sem ele.
"...Mas é você que ama o passado e que não vê, que o novo sempre vem!" (Música: Como nossos pais).
Nos somos responsáveis pela nossa reação a cada evento que vivemos. O estresse não é o acontecimento e sim a nossa reação a esse acontecimento.

Seja feliz hoje!!!






17 de outubro de 2011

PERDÃO X AMOR

QUEM NÃO SABE PERDOAR NÃO ESTÁ PRONTO PARA O AMOR!

11 de outubro de 2011

A INVEJA

Nós vivemos situações com pessoas ingratas, ciumentas, agressivas, entre tantas outras, e nesse caminho estamos sujeitos a deparar com a inveja.

Independentemente em que ambiente experimentamos a inveja ela se instalar em todos os nossos relacionamentos. Há pessoas que aparentam não trazer esse sentimento até o momento em que o seu profissionalismo não é ofuscado ou que a sua situação de vida continue sendo superior, sem perder com a presença de alguém mais simpático ou mais agradável, etc...

Então nos perguntamos: Como isso surge?

A inveja surge do sentimento de inferioridade, quando a comparação que fazemos entre nós e o outro. Sejam em bens materiais (casa, carro, roupa, companheiro, dinheiro) ou em qualidades psicológicas, morais, físicas, sociais ou espirituais. Nunca haverá inveja sem que antes tenha havido uma comparação.

Quem não viveu a situação de ser criticado por alguém, do tipo: Não fale assim, pois dá uma impressão errada de você! E logo adiante você depara com essa mesma pessoa falando da mesma forma que você.

Por exemplo: Você cumprimenta as pessoas dizendo: Oi amigão, tudo bem? Logo adiante, aquela pessoa que sente que o seu jeito é agradável, te critica e mais adiante, ela usa a mesma forma de expressar que você.

Veja esses versículos:
Vendo Raquel que não dava filhos a Jacó, teve inveja de sua irmã, e disse a Jacó: Dá-me filhos, senão eu morro. (Gênesis 30:1)

Pois a dor destrói o louco, e a inveja mata o tolo. (Jó 5:2)


Pois eu tinha inveja dos soberbos, ao ver a prosperidade dos ímpios. (Salmos 73:3)

Quantas pessoas invejam a prosperidade de um traficante, de pessoas que se entregaram ao demônio em rituais malígnos?


Apesar de a inveja ser uma tendência a supervalorizar o outro com tudo que ele tem e desvalorizar o que temos, a inveja também pode surgir do sentimento de sentir-se incapaz e inferior, e ao mesmo tempo acreditar que se tem que ser superior a todos. Mas pra isso desdenha tudo o que o outro é e possui, quando na verdade gostaria de ser exatamente o que o outro é, e ter o que o outro tem.

Não existe inveja boa e inveja má. Inveja é inveja e pronto. E é feio sim. Não tem como tentar deixa-la bonita dizendo ser uma Inveja Boa. Não podemos confundir Inveja com Admiração.

Sempre ouvimos dizer da inveja que um e outro tem por fulano, beltrano ou até de nós mesmo. Ser invejado é desagradável, seja como for. Pra isso, só nos resta orar por essa pessoa. Pedir ao Pai que a permita ver que a vida dela é a mesma que a nossa. Que todos nós temos qualidades e defeitos, felicidades e tristezas, e que nossos defeitos e preocupações estão entregues nas mãos de Deus e por tal motivo ela pode não estar os vendo.

Isso tudo traz a falta da paz. E não basta simplesmente desejarmos a paz do próximo, se não temos a ação que acompanhe esse nosso desejo de viver em paz. É preciso ação. Antes de buscar ter o que é do outro, busquemos o que queremos através do nosso relacionamento com Deus. Com isso viveremos em harmonia uns com os outros.

As pessoas olham o que o próximo tem e grita com Deus: Porque ele tem isso e eu não? Mas será que você está fazendo por onde receber essa benção?

Amado Senhor, pelo poder do teu maravilhoso Espirito Santo, revela-me qualquer atitude que tenha criado a inveja em minha vida. Eu humildemente me arrependo por não ser agente da paz. Mostra-me como eu posso restaurar a paz em meus relacionamento partido ou danificado através da inveja. Assumo, meu Pai Eterno, um novo compromisso de tornar-me uma pessoa que busque ser e ter da forma que o Senhor desejar e não da forma que eu desejo ser, invejando o meu irmão.

Amém.

3 de outubro de 2011

A NOITE É SEMPRE MAIS ESCURA ANTES DO AMANHECER

Há noites tão escuras em que os ventos fazem um ruído temeroso e a tempestade parece não ter fim. Os trovões e relâmpagos nos amedrontam. Não há como ignorar os sentimentos que tomam o nossos corações. O medo, a incerteza, tiram nosso sono, e passamos minutos infindáveis, imaginando o pior, temendo que o céu possa cair sobre nossas cabeças.

Mas de repente o vento se acalmando, a chuva começam a cair com menos violência e o silêncio volta a imperar na noite. Adormecemos sem nos dar conta do final e quando acordamos, damos de cara com o sol da manhã agraciados por Deus, a nos beijar, nem sequer nos recordamos das angústias da noite. Os galhos caídos na calçada, a água ainda empoçada na rua, nada, nenhum sinal é suficientemente forte para que nos lembremos do temporal que há poucas horas nos assustava tanto.

Assim ainda somos nós, criaturas humanas, presas ao momento presente. Descrentes, a ponto de quase sermos vencidos diante de qualquer dificuldade, seja uma tempestade ou contrariedades da vida, por acreditar que ela poderia nos aniquilar ou ferir irremediavelmente. Somos homens de pouca fé. Mesmo sabendo que devemos apenas crer no amor do pai, soberanamente justo e bom, que não permite que nada que não seja necessário e útil nos aconteça. Mesmo assim continuamos ligados à matéria, acreditando que nossa felicidade depende apenas de tesouros que as traças roem e que o tempo deteriora.

Permanecemos sofrendo por dificuldades passageiras, como a tempestade da noite, que por mais estragos que possa fazer nos telhados e nos jardins, sempre passa e tem sua indiscutível utilidade. Somos para Deus como crianças que ainda não se deram conta da grandiosidade do mundo e das verdades da vida. Almas aprendizes que se assustam com trovões e relâmpagos que, nas noites escuras da vida, fazem-nos lembrar de nossa pequenez e da nossa impotência diante do todo.

Se ainda choramos de medo e não temos coragem bastante para enfrentar as realidades que não nos parecem favoráveis ou agradáveis, é porque em nossa intimidade a mensagem do cristo ainda não se fez certeza. Nossa fé é tão insignificante que ante a menor contrariedade bradamos que Deus nos abandonou e que não há justiça.

Trata-se, porém, de uma miopia espiritual, decorrente do nosso desejo constante de ser agraciados com bênçãos que, por ora, ainda não são merecidas. Falta-nos coragem para acreditar que Deus não erra e que esta característica não é dele, mas apenas nossa, caminhantes imperfeitos nesta rota evolutiva. Falta-nos humildade para crer que, quando fazemos a parte que nos cabe na tarefa, tudo acontece na hora correta e de forma adequada. As dores que nos chegam e nos tocam são oportunidades de aprendizado e de mudança para novo estágio de evolução.

Assim como a chuva, que embora nos pareça inconveniente e assustadora, em algumas ocasiões, também os problemas são indispensáveis para a purificação e renovação dos seres. Por isso, quando tempestades pesarem fortemente sobre nossas cabeças, saibamos perceber que tudo na vida passa, assim como as chuvas, as dores, os problemas. Tudo é fugaz e momentâneo. Mas tudo, também, tem seu motivo e sua utilidade em nosso desenvolvimento.












1 de outubro de 2011

NOSSO DESERTO

Quantas vezes nos pegamos andando em volta da mesma situação, em vez de fazer progresso. Situações que deveríamos ter lidado rapidamente.
Em Deuteronômio 1,6 diz: Tendes-vos demorado muito tempo neste monte.
E é por aí.  Muitas vezes demoramos muito tempo em situações que deveríamos resolver com gestos e palavras. Não precisamos sofrer por tanto tempo, arrastando tristezas e amarguras como se arrasta corrente. As vezes nós só olhamos as coisas negativamente por termos vivenciados acontecimentos ruins e infelizes em toda a nossa vida e não conseguimos imaginar de forma diferente. E ainda existe pessoas que só conseguem ver as coisas como mau e negativo por ser a maneira que elas estão por dentro. Isso nos deixa infeliz, nos machuca e atrasa as nossas vitórias. Não conseguimos desfrutar todas as bênçãos que Deus, diariamente, nos dá.
A idéia do deserto está mais ligada com a idéia da libertação e da salvação do que com qualquer outra idéia. Não podemos esquecer de como o Senhor libertou os israelitas das garras dos senhores egípcios... "O povo que escapou da morte achou favor no deserto" (Jeremias 31:2). Do mesmo modo nós ficaremos libertos da escravidão do pecado, passando pelo deserto. O deserto é o símbolo de um lugar de salvação e várias vezes, os israelitas se queixaram das dificuldades no caminho e queriam retornar à escravidão egípcia ( Êxodo 14:11-12; 16:3; 17:3; Números 11:4-6; 14:1-4).
Imaginem! Eles queriam voltar para a angústia do Egito. E conosco, pode acontecer o mesmo. Podemos até mesmo almejam a vida que levavamos antes de seguir a Cristo, e voltar a vida do pecado. Tudo isso por ter uma apenas a visão negativa do que estamos vivendo, porque não é fácil mesmo passar por certas situações. Quando nos sentimos abandonado por alguém, quando estamos atravessando por momentos financeiramente difíil, quando nos vemos com um diagnóstico de doença grave ou até mesmo incurável... não é fácil e todos nós sabemos. Mas temos que dizer não a essa seta do demônio. Quando olhamos para trás ou tentamos ficar com as coisas do passado, arriscamos nossa alma: "Naquele dia, quem estiver no telhado de sua casa, não deve descer para apanhar os seus bens dentro de casa. Semelhantemente, quem estiver no campo, não deve voltar atrás por coisa alguma. Lembrem-se da mulher de Ló!" (Lucas 17:31-32).



Nunca se esqueça que somos todos pecadores e que Deus nos ama mesmo assim.
Que Deus nos dê o discernimento para diferenciar o pecado do pecador.

Oremos para que a Luz do Espírito Santo nos conduza por nosso deserto, levando-nos ao maravilhoso reino de Deus.



23 de setembro de 2011

A SABEDORIA DA ÁGUA

Hoje, à nossa volta, temos pessoas, que diante das dificuldades e problemas, só conseguem reclamar e colocar culpa no próximo por seus próprios problemas. Eu digo a nossa volta, mas muitas vezes nós mesmos nos vemos nessa situação. E assim deixamos de agradecer os nossos talentos, a nossa vida, a nossa saúde, o nosso trabalho, as nossas conquistas, nossos presentes diários e com isso não conseguimos deixar de falar da crise financeira, das pessoas que nos machucaram e das frustrações da vida.

Quantas vezes nos vemos gastando energia excessiva com as críticas que recebemos e com coisas que nos ofuscam o brilho e o encanto pela vida.

“Se alguém lhe bloquear a porta, não gaste energia com o confronto, procure as janelas”. Essa frase é muito conhecida pela comparação à sabedoria da água: “a água nunca discute com seus obstáculos, mas os contorna”.

Quando alguém lhe ofender ou frustrar, seja como a água. E a pessoa que lhe feriu será o obstáculo. Contorne-a sem discutir.

Aprenda a amar sem esperar muito dos outros, pois, nunca se esqueça de que ninguém é exatamente como gostaríamos que fosse. E que as pessoas não estão o tempo todo observando o nosso querer e nem mesmo estão gastando o seu precioso tempo em planejar o nosso sofrimento. Lembre-se que quem lhe fez chorar e sofrer muitas vezes o fez sem saber que estava fazendo. Então siga seu curso natural e se aparecer um obstáculo, aprenda a contornar, pois muitas vezes esse obstáculo fora colocado por Deus em seu caminho para que nesse contorno fosse encontrado algo sublime em sua vida.

Quantas vezes estamos doentes ou em dificuldades e pensamos que Deus nos abandonou? E quando nesse momento encontramos, devido o nosso problema, a pessoa mais especial de nossa vida? Se não tivesse essa doença ou problema não teria a encontrado. É mais uma prova da mão de Deus em cada instante de nossa vida.



Deus lhe abençoe e lhe cubra de graças.

21 de setembro de 2011

Viver em Paz

Viver em paz não é fácil nos dias atuais. Hoje, se de um lado temos muito mais facilidades com a tecnologia, ao mesmo tempo somos dominados fisicamente e mentalmente pelo desespero de atender a solicitações cada dia maiores.
Com isso, a impressão que temos é que o tempo é curto demais e os nossos problemas e preocupações grandes demais. Sejam elas em nossa família, com doenças de entes queridos ou até mesmo a perda de um, o envolvimento com drogas e outros males; em nosso trabalho, onde as dificuldades aparecem ou até mesmo a falta do próprio trabalho; os nossos relacionamentos, namoro, casamentos, amizades,... e daí por diante.

Daí vem a perda do gosto pela vida. Vem também utilização da razão no controle do incontrolável e assim abrindo mão dos sonhos e projetos. E há aqueles que ainda gritam o nome de Deus sem acreditar nas próprias palavras.

Enquanto muitos citam o ditado: “Deus dá o frio conforme o cobertor”. Eu prefiro citar a passagem Bíblica: “Não temas, estou contigo” (Jr 1,8) .

Acreditar na existência de Deus não nos traz a paz. Isso é pouco. É preciso ter fé. E a fé é como uma semente e precisa ser cultivada. Cabe a nós dar condições para o seu florescimento. Para isso temos que ler a Bíblia, refletir sobre a vida e o ensinamento de Jesus. E em nossas orações não podemos esquecer de pedir o aumento de nossa fé, assim como o Apóstolo Lucas ou o pai da criança possessa: “Creio, senhor, ajuda minha falta de fé” (Mc 9,24).

Ter fé não é só acreditar que Ele existe. Mas também saber falar com Deus. Não é gritando e muito menos cobrando, brigando e esbravejando com Deus. Em Mc 6,1-6 diz que Jesus, em Nazaré, não pôde fazer muitos milagres porque a falta de fé do povo era imprensionante.

Na Bíblia encontramos vários exemplos de fé, como a mulher que por 12 anos padecia com um fluxo de sangue anormal. Assim é conosco. Se tivermos fé, a nossa fé nos dará a paz.

Então para vivermos em paz temos que dar o primeiro passo com a fé. Mas a fé verdadeira de que Deus nos tem como filhos, e filhos amado.